[Artigo] Tipos, organização e visibilidade de informações em páginas iniciais de websites de universidades brasileiras

O artigo que escrevi a partir do meu TCC foi publicado na Revista Digital de Biblioteconomia e Ciência da Informação (UNICAMP), v. 11, n. 2, de maio/ago. de 2013.

Acesse o artigo no website da Revista.

Para ver as capturas de telas que originaram o trabalho, acesse o website do meu TCC.

Resumo

Apresenta pesquisa realizada com o objetivo de investigar a relação entre o tipo de informação disponibilizada nas páginas iniciais de websites de universidades brasileiras e a forma como ela está organizada, especificamente: verificar a visibilidade dada a cada tipo de informação por meio da área utilizada nas páginas iniciais dos websites das universidades escolhidas; identificar a visão das universidades em relação a seus websites; e relacionar tipos de informação disponibilizadas e tipos de organização nas páginas iniciais dos websites das universidades. Para isto, o artigo discorre sobre Arquitetura de Informação, a presença das universidades na web e o papel de suas páginas iniciais. A motivação da pesquisa baseia-se na identificação de um padrão para as informações organizadas nos websites de universidades, visto que estes agregam conteúdo para diferentes públicos-alvo. As universidades escolhidas como objeto de pesquisa foram as dez primeiras brasileiras no Webometrics Ranking of World Universities, de julho de 2010. A metodologia consiste em analisar as capturas de telas das páginas iniciais e as respostas a três questões abertas feitas aos setores de comunicação das universidades. Os resultados mostram que o tipo de informação mais freqüente é o Administrativo e institucional e a organização predominante é por Assunto. Acredita-se que o método de análise aqui proposto é útil para o estudo de websites e pode ser aplicado a diferentes tipos de instituições.

One thought on “[Artigo] Tipos, organização e visibilidade de informações em páginas iniciais de websites de universidades brasileiras

  1. parabéns, a maioria dos TCCs são apenas cumprimento de uma obrigação. quando além disto se tornam fonte de consulta, superam a premissa básica!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *